Devaneios : Decepções

                                         

                                                        Devaneios : Decepções

 

      Muitas vezes, quando acontece algo de novo na nossa vida, não conseguimos lidar. Seja bom ou ruim, ficamos assustados. A simples ideia de ter algo novo, sair da nossa rotina, ja nos assusta. E isso se aplica em muitos aspectos da nossa vida, seja nos relacionamentos amorosos, na família, no trabalho, nas amizades, ou simplesmente ao lidarmos com nós mesmos. Todas essas coisas nos trazem muita felicidade quando saem da forma que esperamos. Quando as milhares de expectativas que criamos se realizam, quase não cabemos em nós mesmos de tanta felicidade. Mas, infelizmente, isso acontece muito pouco. Na maioria das vezes as nossas expectativas são quebradas, e nos decepcionamos.

   Seja qual for a decepção pela qual passemos, nos derruba, mesmo que por pouco tempo. Mas existem aquelas que conseguem nos chatear de tal forma, que a nossa única vontade passa a ser enfiar a cabeça num buraco e só tirar quando os problemas forem embora. É claro que todos nós passamos por inúmeros problemas, e muitas vezes nos saímos muito bem em superá-los. Mas é certo também que cada um de nós tem o seu ponto fraco. E quando esse ponto fraco é atingido, ficamos abalados por um bom tempo.

   Problemas com os pais, irmãos, filhos, ou qualquer outro parente acontecem com frequencia. E quando o problema é grande, é como se todas as nossas forças acabassem. Como se a nossa felicidade escorresse entre os nossos dedos. Família é a nossa a base, que sustenta todo o resto. Sem ela, não somos nada. Por isso é muito importante que façamos todo o possível para resolver qualquer problema que tenhamos com qualquer membro da nossa família. E também, é muito importante ajudá-los a passar por qualquer dificuldade. Afinal, você estará ligado a eles para sempre.

   Ainda que estejamos acostumados a esse tipo de problema, são os mais marcantes. São capazes de nos traumatizar e nos ferir tão profundamente que parece ser impossível de se curar. É difícil, claro, mas não impossível. Basta lembrar-se de que, de nada adianta brigar ou cortar relações com pessoas da família, afinal, esse tipo de desentendimento é comum. Basta um pouco de reflexão e tempo para que as coisas se resolvam. Nada que uma boa noite de sono não possa amenizar.

   Porém, quando o problema chega ao coração, parece ter quebrado nossas pernas. É como se fosse o ponto fraco de todo mundo. E não há pessoa no mundo que, ainda que em secreto, não tenha sofrido desse mal. Causam feridas dolorosas, marcam nossa vida de modo a afetar até mesmo nossa personalidade. Esse tipo de decepção é capaz de nos fazer adoecer, de nos fazer chorar por semanas, e de nos magoar tão profundamente que nos faz sentir incapazes de reagir. Não que não exista o lado bom das decepções amorosas. São inspiradoras! As melhores músicas, os melhores livros, os filmes mais marcantes. Toda a arte que mais nos agrada é a que trata desse tipo de decepção. Isso porque é algo de que quase todos conhecemos bem, e entendemos.

   Mas, por pior que seja, não dura pra sempre. Sempre haverão novas decepções amorosas pra nos fazer esquecer as velhas. E não ache que não vai acontecer de novo, porque vai. Muitas vezes, aliás. Mas, não existe dor incurável nesse mundo. Não ache que você não vai superar, porque vai também! Basta não se entregar, estar disposto a esquecer e seguir em frente, e não ter medo de se arriscar mais uma vez.

   Mas, e quando nós mesmos somos os responsáveis pela própria decepção? Sim, isso acontece. Problemas de auto-estima podem nos desanimar, nos fazer pensar que não somos capazes de realizar algo, nos fazer ficar descontentes com o que somos. Nossa auto-confiança some. Como lutar contra isso? Simplesmente, dedique-se em fazer o seu melhor, e não pare pra pensar nas suas impossibilidades. Faça o que puder, da melhor forma que puder. Não desconsidere os bons conselhos, e não leve em conta todas as críticas.

   Ainda podem nos decepcionar uma palavra dura, um gesto inconsequente, uma expectativa quebrada. Porém, toda decepção desse mundo, acredito eu, pode ser superada. Dedique um tempo a você. Gaste energia com o que mais te faz feliz. Se é o trabalho que te faz feliz, dê o seu melhor nele. Se são coisas espirituais, empenhe-se nelas com todas as forças. Se são amigos, ou família que te completam, complete a eles também. Ou mesmo, se o que te faz feliz, como no meu caso, são trufas de chocolate recheadas com cereja, balinhas gelatinosas com alto teor de açúcar, ou qualquer outro comestível insuportavelmente doce, não perca tempo pensando em como isso vai prejudicar sua forma física. Sério, não vale a pena! O importante é não nos entregarmos a essas decepções, como se não houvesse saída. Não ponha em risco tudo de novo que possa vir a acontecer por medo de dar errado novamente. Decepções existirão sempre, e virão quando menos esperarmos. E, na maioria das vezes, é inevitável. O que nos resta é tentar fazer com que tudo dê certo. E se não der, paciência. Você supera. Principalmente se você deixar um chocolate de reserva.

 

                                                                                                             *MaRi Rezk*

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Devaneios : Decepções

  1. Daniela disse:

    Ai Mariii amei o texto, acho q tem um pouco de cada uma de nós (pangaret’s) nele, me identifiquei muito em várias partes, e em outras identifiquei as amigas rsrsrs.. Está ótimo, PARABÉNS!! Vc consegue descrever os sentimentos de forma única e verdadeira. Muitos bjus e nunca deixe de escrever esses textos maravilhosos!!!

  2. leohmn disse:

    Very good text! 😀
    Gostei demais…
    Continua escrevendo

  3. Ana Clara disse:

    Voce é realmente demais!!!!

  4. Marta Lazzati disse:

    Mari, a decepção nos traz lições que levamos para vida inteira.
    Parabéns, lindo o seu texto e muito verdadeiro.
    Caso precise de alguém para falar de suas decepções (para tentar fugir das guloseimas), estou aqui, sempre para te ouvir…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s